sábado, 12 de outubro de 2013

Como fazer um destilador de Arraste de vapor.

             
              Para que um professor possa explicar um determinado assunto em sala de aula é necessário que ele possa ter instrumentos que auxiliem e possam comprovar os conceitos teóricos, por exemplo quando se trata de de um assunto como o processo de destilação. Ensinar ao aluno como é efetuado esse procedimento, sem um destilador, deixa a aula muito tradicional, porém, sabe se que nem toda escola tem um destilador, para que o professor possa efetuar a separação de misturas, ou possa trabalhar química orgânica, com extração de óleos essenciais.
            Por ser um instrumento delicado e muito caro, o sistema educacional prefere não investir em tal vidraria. Pensando em resolver tal situação das escolas, foi criado um protótipo de um destilador com materiais de baixo custo e reaproveitados.
Observe o vídeo abaixo Explicando como você construir o seu destilador:
              Seguindo as orientações do vídeo você pode facilmente construir seu destilador e ajudar sua escola a ter um melhor desempenho com atividades práticas e pesquisas.

Protótipo do Destilador de arraste de vapor

Objetivo: Montar um destilador a partir de materiais que podem ser reaproveitados ou reciclados.

Materiais Utilizados

50 cm de Cano PVC de ½"
2 Tê de PVC de ½"
2 Garrafas de vidro de 500 mL
1 Garrafa PET de 2L
1 Cola Durepoxi
1 Copo de vidro
4 m de Mangueira de Nível
1 Termometro
1 Fogareiro ou Aquecedor
Tela de Amianto



Procedimentos


              Corta-se 2 pequenos pedaços de 8 cm do cano de PVC de ½", encaixa os dois pequenos pedaços em cada uma das garrafas de vidro de 500 mL(para encaixar os canos de PVC no gargalo da garrafa, primeiro deve-se aquecer o PVC até ele ficar flexível a ponto de encaixar no gargalo) logo após deve-se encaixar os dois Tês no cano que sobrou, passar um pedaço de mangueira por dentro do sistema montado com tanto que as duas extremidades da mangueira fiquem expostas nas duas extremidades que irão encaixar nas garrafas de vidro, no primeiro tê na extremidade que não passou mangueira coloca-se um pedaço de aproximadamente 10 cm de mangueira para encaixar o termômetro, no 2º Tê coloca-se também, na extremidade que não passou mangueira, uma mangueira de aproximadamente 50 cm ( que deverá encaixar no condensador).
               Para montar o condensador, deve-se utilizar uma garrafa PET e o restante de mangueira que sobrou, ou se preferir pode-se utilizar apenas 50 cm de mangueira, fura-se a garrafa PET em duas extremidades, de preferência na tampa e na parte inferior da garrafa, que é por onde deve passar o vapor da substancia que estará em processo de destilação, passar a mangueira por dentro da garrafa PET, pelos dois furos que foram efetuados, depois vedar as duas extremidades da garrafa com Durepoxi, para que não haja vazamento de água.
             Logo após, deve-se apenas encaixar a mangueira maior do sistema montado anteriormente á mangueira do condensador.
                 Para se fazer a destilação é só montar todos os objetos na sequencia mencionada acima, colocar os resíduos de plantas com água e álcool na primeira garrafa, ligar o fogareiro, aquecendo a primeira garrafa, o termômetro registrará as temperaturas das substancias que estão no estado de vapor, o vapor ao passar pra segunda garrafa é em parte resfriado, passando pro estado líquido, mas ao mesmo tempo os vapores continuam elevando as substancias menos densas presentes nesse líquido, levando assim o vapor liberado para o condensador, que na ultima extremidade ficará gotejando resíduos de óleos essenciais.
Postar um comentário